Autenticação

Congresso debate tecnologias digitais aplicadas nos processos metrológicos e de mediações industrias

A Rede Metrológica do Estado de São Paulo – REMESP realizou, nos dias 30 de novembro a 2 de dezembro de 2020, o 17º Congresso de Qualidade em Metrologia – Enqualab, este ano, excepcionalmente, on-line. O evento teve como tema central “Tecnologias virtuais aplicadas às práticas gestão e operação de laboratórios metrológicos e processos de medição industriais”.

O propósito do evento foi compreender como o as tecnologias digitais estão impactando a metrologia e os efeitos dessa transformação nos laboratórios metrológicos e na indústria. E contoua participação de grandes personalidades como Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, presidente do Inmetro; Paulo Renato Macedo Cabral, gerente de Inovação do Sebrae Nacional; e Mario Willian Esper, presidente do Conselho Deliberativo da ABNT.

Um dos painéis foi sobre a Lei de Liberdade Econômica e Qualidade Regulatória, apresentado pelo Lenilton Duran Pinto Correa, diretor de Avaliação da Conformidade da Dconf/Inmetro e teve como debatedoresAlexandre Xavier Lourenço Martins, superintendente do IQA; Israel Guratti, gerente de Tecnologia e Política Industrial da Abinee e do IPD Eletron; João Alfredo Saraiva Delgado, presidente-executivo do IPDMaq/ Abimaq; e Fábio Jacon vice-presidente de Telecomunicações da Abrac.

O Congresso também contou com a participação de Martins Horta Borges, da Dicla/Cgcre; Andrea Melo Queiroz, do Inmetro; Emerson Leme, da Starret North America; prof. André Roberto de Sousa, do Instituto Federal de Santa Catarina; dra. Karla Cristina de Souza Patrão, do Laboratório Nacional de Metrologia das Radiações Ionizantes; Cristina Akemi Shimoda Uechi, do MCTIC; entre outros.

Foram apresentados ainda os temas: o futuro das avaliações nos OACs e as novas tecnologias digitais, os programas de ensaios de proficiência, como ferramenta de validação da competência técnica do laboratório, a importância da metrologia dentro do contexto da indústria 4.0, metrologia das radiações ionizantes: ensaio de proficiência no brasil, 5G, IOT, inteligência artificial e os desafios para laboratórios de calibração 4.0 e demais assuntos abordados para disseminação da cultura metrológica.

Estiveram presentes nos três dias de evento mais de 150 profissionais da área metrológica, entre eles representantes de órgãos de governo, agências regulatórios e de financiamento, associações de classe, organismos de avaliação da conformidade, instituições de ciência e tecnologia, universidades, indústrias fabricantes e importadoras de materiais e equipamentos e laboratórios de calibração e ensaios.

Com o sucesso do 17º do Enqualab, a organização já confirmou apróxima edição do evento para 2021.